CENTRO DE REFERÊNCIA: APÓS TRÊS CIRURGIAS DE HIPOPLASIA DA CAVIDADE ESQUERDA, CORAÇÃO DE VALENTINA BATE FORTE PELA EQUIPE DA PERINATAL

Ana Paula Ximenes descobriu aos sete meses de gestação que seu bebê apresentava hipoplasia da cavidade esquerda após fazer o ultrassom morfológico, seguido do ecocardiograma fetal. Sem conhecimento sobre a grave patologia, ela recorreu à Associação de Assistência à Criança Cardiopata Pequenos Corações, uma entidade sem fins lucrativos que auxilia famílias de crianças com cardiopatia congênita. Lá, foi orientada a procurar a Perinatal, pois é um dos raros hospitais no Brasil que realizam a Cirurgia de Norwood.

Cirurgia cardíaca em bebês. Da complexidade das intervenções ao contato com a família

A cardiopatia congênita pode ser detectada ainda no útero materno. O diagnóstico precoce oferece aos pais a oportunidade de compreender sobre a patologia e se preparar para uma possível cirurgia, caso seja necessário. De acordo com a Dra. Sandra Pereira, coordenadora de cirurgia cardíaca da Perinatal, existem mais de 40 tipos de malformações no coração, e o trabalho de uma equipe médica, começa muito antes de uma intervenção propriamente dita.

Gestante com quadro grave de Covid-19 se recupera e dá à luz a bebê saudável na Perinatal Barra

Na 26ª semana de gestação, a fisioterapeuta, Lidiane Sagawe, deu entrada na Perinatal para realização de um procedimento intrauterino. Tratava-se da cirurgia fetal para hérnia diafragmática congênita. No seu caso, o balão foi inserido para auxiliar no desenvolvimento pulmonar e melhora os resultados neonatais, uma vez que fora diagnosticada como "muito grave", pois o fígado de seu bebê estava localizado dentro do tórax.

O PAPEL DAS ENFERMEIRAS OBSTÉTRICAS NO TRABALHO DE PARTO

Presença fundamental na assistência ao parto, as enfermeiras obstétricas atuam oferecendo suporte às gestantes durante todo tempo. Elas também são, e foram, parte importante na propagação do termo “parto humanizado”, que, de acordo com a Amanda Corrêa, enfermeira obstétrica da Perinatal, nada mais é que o respeito pelo momento da mulher e a sua individualidade.... Continuar Lendo →

ECLÂMPSIA: UMA DAS PRIMEIRAS PACIENTES DA UTI MATERNO-FETAL CHEGOU À MATERNIDADE EM ESTADO GRAVÍSSIMO

“Era minha primeira gravidez, estava com 29 semanas. Comecei a me sentir mal de madrugada, desmaiei e fui levada às pressas para a Perinatal. Era eclâmpsia”, relembra Débora Gerchenzon sobre o episódio ocorrido há 18 anos. Débora foi uma das primeiras pacientes da UTI Materno-Fetal e chegou ao hospital somente após convulsionar três vezes.

A importância da assistência da neonatologia no parto

Com 33 anos de profissão, o pediatra e neonatologista, Sidnei Aronovich sabe perfeitamente como é a rotina de um profissional como ele, dentro de uma sala de parto. Dr. Sidnei explica, que ainda no começo de sua carreira, a presença de um especialista em pediatria e neonatologia, junto ao obstetra, era apenas uma ideia que se propagava aos poucos. “Por vezes só éramos chamados após o parto, o que acarretava em sequelas irreversíveis aos recém-nascidos. Hoje é obrigatório, e o passado parece um absurdo para nova geração de médicos”, conta.

Carnaval e gravidez: cinco dicas para se manter saudável durante a folia

Está chegando o Carnaval, e ele vem acompanhado de blocos, bailes, viagens, praias etc. E quem disse que as grávidas não podem curtir a festa está enganado. Segundo Fernanda Mauro, ginecologista e obstetra da Perinatal, o mais importante é que a futura mamãe consulte seu médico antes de cair na folia. “É fundamental sempre conversar com um profissional, além de estar em dia com os exames do pré-natal”.

Acima ↑