COMO CÓLICAS FORTES DURANTE O PERÍODO MENSTRUAL PODEM INDICAR A PRESENÇA DE MIOMAS?

Quem sofre de cólica menstrual provavelmente conhece diversas dicas para aliviar o problema, porém o que muitas ainda não sabem é que as cólicas muito fortes podem estar diretamente associadas a problemas no útero, e um deles pode ser a presença dos miomas.

Cólicas muito fortes podem ter relação com miomas no útero

Quando a mulher sentir cólicas muito fortes, elas precisam ser investigadas de qualquer forma. O útero que possui algum tipo de  mioma pode ficar com seu tamanho alterado, maior do que o normal.“ O grande problema dessa situação é que esse útero vai apresentar sangramentos anormais e, consequentemente , haverá o aumento das cólicas”, explica a ginecologista da Perinatal, Dra Mariana Conforto.

Surgimento de miomas tem relação genética

Infelizmente, ninguém sabe ao certo porque os miomas se desenvolvem no útero de algumas mulheres, e em outras não. Desta forma,  é muito importante ficar atenta ao ciclo menstrual e caso perceba alguma anormalidade, consulte imediatamente a sua ginecologista. “A única coisa que sabemos é que a genética tem uma grande importância nesse meio, estudos recentes comprovam que mulheres negras são mais predispostas ao aparecimento dos miomas do que mulheres brancas,” comenta a médica.

Como tratar esse problema?

Os miomas podem ser tratados de duas formas: cirúrgica ou não cirúrgica. Não é porque você tem um mioma que ele, necessariamente, deve ser retirado, tudo vai depender do quadro em que se encontra. “Se a conduta cirúrgica for definida pelo profissional, podemos pensar na retirada do mioma, ou se forem muitos miomas, e a paciente já tiver engravidado, podemos pensar na retirada do útero”, comenta. É muito importante lembrar que não é possível generalizar os casos de miomas e que cada paciente possui sua indicação de controle. Tudo vai ser conversado com o profissional para definir o melhor caminho a se seguir no seu caso.

Cólica muito forte também pode ter outros diagnósticos

Para a ginecologista, quando há uma cólica muito forte, endometriose ou adenomiose são os principais diagnósticos. “Em torno de 30% das pacientes que chegam ao consultório, temos como diagnósticos essas duas doenças que por mais que sejam diferentes, possuem como principal característica a dor pélvica e a cólica muito forte”, explica a profissional.

Caso você esteja sentindo cólicas muito fortes, além do que já era esperado, você deve consultar a sua ginecologista para uma melhor investigação do quadro!

Dra. Mariana Conforto, ginecologista e obstetra da Perinatal.

CRM: 5296454-9

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: