Gripe na gravidez: cuidados caseiros e o que tomar

Gripe na gravidez: cuidados caseiros e o que tomar

Basta um espirro em um ônibus lotado para que o vírus da gripe se espalhe entre muitas pessoas. Quem estiver com a imunidade abalada pode desenvolver aqueles sintomas mais conhecidos: coriza, congestão nasal, febre e dor no corpo. Na gravidez, porém, a gripe apresenta os mesmos sintomas, mas eles podem ser mais intensos.

A gripe é uma doença viral que todo mundo já teve na vida. No entanto, durante a gestação, a chance de desenvolver complicações é maior. Por isso, o ideal é que as grávidas tomem a vacina da gripe, já que fazem parte do grupo de risco.

Apesar de o risco de desdobramentos graves ser maior, a grávida que tem gripe pode manter a preocupação no tratamento dos sintomas, que pode ser feito com soluções caseiras. Confira:

Remédios caseiros para gripe na gravidez

Para aliviar a coriza e a congestão nasal, o obstetra Renato Sá, que é coordenador Geral do Centro de Diagnóstico da Perinatal, recomenda lavar as narinas com soro fisiológico e solução hipertônica em forma de spray.

Já para o desconforto na garganta, além do gargarejo com água e sal, alguns chás podem ajudar. “Todos aqueles à base de mel, limão e gengibre são opções caseiras boas. As demais precisam ser avaliadas caso a caso”, explica o médico.

O mel possui ação microbiana, então ajuda a aliviar a dor. Já o limão é um anti-inflamatório natural e, por ser rico em vitamina C, fortalece o sistema imunológico e combate os sintomas de cansaço e fadiga. Por último, o gengibre é um potente anti-inflamatório.

Caso você queira tomar outros chás para aquecer o corpo, é importante saber que existem alguns que não devem ser ingeridos por gestantes. Entre eles, estão:

  • Chá de boldo
  • Chá verde
  • Chá de canela
  • Chá de hortelã
  • Chá preto
  • Chá de hibisco

Saiba por que esses são chás que as grávidas não podem tomar.

Quando procurar um médico

A inflamação da garganta deve ser tratada com gargarejos. No entanto, se incomodar demais, é hora de conversar com o médico. “É preciso que o profissional examine a paciente para avaliar a presença de pus e a necessidade de antibiótico”, explicou Renato.

O mesmo vale para a febre. O médico que está fazendo o pré-natal deve avaliar a prescrição de remédios antitérmicos caso a caso, já que cada gestante tem suas peculiaridades. Por isso, converse com o profissional que acompanha sua gestação para saber quais remédios estão liberados para compor seu kit de emergência.

Quando a gripe se agrava

Caso a gripe nas grávidas se agrave, o feto também pode sofrer. “Se a mãe evoluir para um quadro grave, com insuficiência respiratória, pode acometer o feto pela dificuldade de oxigena-lo adequadamente”, explica Renato.

Os sinais de que a gripe em grávidas ultrapassou o comum são:

  • Febre alta
  • Cansaço
  • Falta de ar
  • Taquicardia

Fonte: https://www.minhavida.com.br/familia/materias/35449-gripe-na-gravidez-cuidados-caseiros-e-o-que-tomar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: