CÓLICAS FORTES: CAUSAS, COMO ALIVIAR E O QUE FAZER PARA TRATAR

Cólicas fortes podem ser causadas por doenças femininas, como endometriose e pólipos endometriais. Nesses casos, os desconfortos muitas vezes impedem que a mulher continue com a sua rotina normalmente, o que costuma alertar para a necessidade de uma visita ao ginecologista. Para entender as causas da cólica, é importante diferenciar o desconforto entre primário e secundário, facilitando o diagnóstico médico. O Só Delas conversou com a ginecologista Lívia Migowski para entender mais sobre os quadros, como aliviar as cólicas fortes e o que fazer para tratá-los.

 Cólica pode ser classificada como primária e secundária

As cólicas podem ser classificadas como primárias e secundárias. As primárias, ou cólicas menstruais comuns, acontecem seguindo os mesmos padrões de desconforto desde a menarca, a primeira menstruação. “Normalmente, acontecem no primeiro ou segundo dia de sangramento e aliviam com o uso de medicamento para dor”, comenta a especialista. 

A dor secundária, por um outro lado, acontece quando o incômodo muda ou sofre alterações. “As cólicas são classificadas como secundária quando pioram ou aparecem ao longo da vida. Ela é mais incapacitante, muitas vezes fazendo a mulher procurar atendimento médico”, descreve a profissional.

Doenças podem causar a cólica secundária


A causa das cólicas primárias é o movimento que o útero naturalmente faz para expelir o sangue durante a menstruação, provocando contrações uterinas, ou seja, essas dores não estão associadas a nenhuma doença. Entretanto, quando as cólicas mudam de padrão e se classificam como secundárias, é importante investigar o caso, já que doenças costumam estar associadas ao quadro. “Quando a cólica mudou o padrão, está cada vez mais forte, durando mais dias ou sem resposta aos analgésicos comuns temos que pensar em cólica secundária causada por alguma doença de base”, alerta a ginecologista. Segundo a especialista, as suspeitas de cólicas fortes são: Endometriose, Adenomiose, Miomatose, Pólipos endometriais, Sinéquia uterina.

O tratamento de todos os quadros devem ser feitos acompanhados de um ginecologista. Isso pode envolver o uso de medicamento específicos e também cirurgias.
Como aliviar as cólicas fortes?

As cólicas menstruais primárias podem ser aliviadas de 3 formas diferentes, de acordo com a ginecologista:

1) Uso de antinflamatórios ou escopolamina;

2) Dipirona e paracetamol também podem aliviar, principalmente se associados aos remédios citados anteriormente;

3) Compressa de água morna também ajuda bastante.

Já as cólicas fortes e secundárias precisam de uma análise do especialista. “Temos que tratar a doença para controlar os sintomas. Muitas vezes está indicado começar um contraceptivo hormonal para diminuir as cólicas e o sangramento”, comenta a profissional. Por isso, se você estiver sentindo o desconforto recorrentemente, até mesmo fora do período menstrual, procure um ginecologista o quanto antes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: